Obesidade infantil: 3 dicas para que seu filho não entre para a estatística

pic

Imagine uma sociedade em que mais da metade das crianças está acima do peso. Imaginou? Nem precisa, essa realidade está chegando e em 2022 já deve se concretizar.

Com dados alarmantes em diversos países do mundo a obesidade infantil é um dos maiores riscos para a saúde das crianças. O pior? A maioria dos pais nem se dá conta da dimensão do problema e do crescimento ano a ano do número de crianças obesas.

Atualmente uma em cada três crianças brasileiras estão acima do peso. Estudos apontam que, no mundo, mais de 50% das crianças serão obesas em, no máximo, dois anos.

Isso é uma mudança de paradigma. A desnutrição das crianças, uma das maiores tragédias das últimas décadas, está sendo substituída por uma epidemia de obesidade infantil. 41 milhões de crianças com menos de 5 anos estão acima do peso.

Sabe o que é pior? A obesidade é grave entre adultos, mas entre as crianças é ainda pior. Os impactos na saúde prejudicam o desenvolvimento da criança em diversos aspectos. O final da estatística é ainda mais triste: 4 em cada 5 crianças obesas continuarão obesas quando adultas.

Os riscos da obesidade infantil

  • Obesidade quando adulto
  • Desenvolvimento de doenças respiratórias, como asma e apneia
  • Problemas ortopédicos, principalmente de joelhos e coluna
  • Diabetes
  • Acnes e dermatites
  • Problemas de autoestima
  • Isolamento social
  • Bullying
  • Disfunções alimentares, como bulimia e anorexia

Tudo isso cria um cenário que exige atenção de pais, educadores físicos e professores, que passam a ter agora uma grande responsabilidade: Desenvolver nas crianças hábitos saudáveis, que reduzam a obesidade e melhorem sua qualidade de vida.

Para isso vamos te mostrar três ações que podem eliminar a obesidade infantil e transformar a vida da criança:

1 – Alimentação saudável 

A primeira medida que você deve implementar na rotina da criança é uma mudança na alimentação. O comportamento alimentar da nossa sociedade vem se transformando e os alimentos naturais e saudáveis foram substituídos por alimentos mais práticos, que normalmente são industrializados e hiper calóricos.

Excessos de gordura e açúcar são facilmente encontrados, inclusive, em alimentos que são direcionados justamente para o público infantil. O consumo desses alimentos impacta no peso da criança e, também, na produção de hormônios como a dopamina. O resultado? As crianças ficam viciadas nesses alimentos.

A solução é criar uma rotina de alimentação e um cardápio adequado. Você pode planejar as refeições da semana com antecedência, o que reduz o risco de optar pelo mais prático por não saber o que oferecer. Além disso toda refeição deve ter um horário pré-definido. A alimentação constante pode levar à obesidade e ser um sinal de ansiedade.

2 – Reduza a tela, aumente as brincadeiras 

O tempo que uma criança permanece em frente à uma tela, seja de celular, tv ou tablet, pode sim contribuir para o desenvolvimento da obesidade infantil.

Isso acontece por diversos fatores. O primeiro é que ao passar mais tempo na frente de uma tela a criança, automaticamente, passa menos tempo brincando, correndo e movimentando seu corpo.

Importante: Não estamos falando aqui de atividade física ou esporte. Estamos falando do dia a dia da criança. Nosso corpo gasta energia em todas as atividades que executamos. Crianças, normalmente, gastam mais energia pois ocupam o seu dia com atividades e brincadeiras.

Quando tudo isso é substituído por ficar na frente de uma TV o corpo, naturalmente, passa a acumular mais calorias.

Os problemas causados pelo excesso de tela continuam: Além do sedentarismo a criança pode ter os hábitos alimentares prejudicados. Um fator vai levando ao outro e o excesso de telas não oferece nenhum benefício às crianças.

O limite? Crianças até 5 anos devem ficar no máximo 1 hora por dia assistindo desenhos. Para crianças maiores de 5 anos o recomendado são, no máximo, 2 horas.

3 – Coloque seu filho na natação 

Esporte é sempre bom, para adultos ou crianças, porém, para crianças, podemos dizer que ele é necessário. Se a criança está em um quadro de obesidade infantil ou próximo disso o esporte passa a ser imprescindível.

E por que a natação? É comum ouvir que a natação é o esporte completo. Isso é verdade e, no caso da obesidade, os exemplos são ainda mais relevantes.

Lembra dos riscos da obesidade?

  • Doenças respiratórias, problemas ortopédicos, problemas nas articulações, isolamento social e a própria obesidade em si.

Pois é, a natação é o esporte que ajuda a criança a manter seu peso ideal e, ao mesmo tempo, atua eliminando ou reduzindo sintomas e riscos causados pela obesidade.

Primeiro vamos destacar a segurança da natação para a criança que já está acima do peso. Ao contrário de esportes como vôlei, futebol ou corrida, a natação não forçará a articulação, joelhos ou coluna da criança. Por ser um esporte sem impacto a criança se expõe menos a lesões e traumas.

As aulas ajudam na queima de calorias, o que impacta diretamente na redução do peso, e melhoram o preparo físico da criança de uma maneira geral. Tudo isso desenvolvendo também a capacidade respiratória e, consequentemente, reduzindo os impactos de doenças como a asma, bronquite e apneia.

A natação ainda cumpre um papel fundamental na vida de qualquer criança que é a socialização. Se a obesidade pode causar problemas de autoestima e relacionamento a natação faz justamente o contrário. Estimulando a convivência em grupo, a interação e aproximação com outras crianças.

Sabe o que também é legal? A natação melhora o apetite da criança. Isso é bom porque facilita a introdução de novos alimentos saudáveis, como frutas, verduras e vegetais.

Para complementar a natação ainda vai ajudar a criança a ter um sono de melhor qualidade (o que também ajuda na luta contra a obesidade), desenvolver a coordenação motora e a capacidade de concentração.

Aqui na Raia10 vamos além das aulas de natação. Nossos professores são preparados para desenvolver saúde, socialização, inteligência emocional e habilidades motoras. Temos orgulhos em dizer que fomos eleitas uma das melhores academias do mundo em entrega de resultados e é isso que seu filho ou filha terá aqui: resultados.

Natação infantil em Brasília é Raia10.

Para agendar uma aula experimental clique aqui. Vai ser muito legal receber vocês em nossa academia.

Compartilhe Esse Post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

aula experimental

Se deseja agendar uma aula experimental ou tirar alguma dúvida basta preencher o formulário.

WhatsApp chat